PROF ABILIO MACHADO

O que encontrará aqui são informações são do próprio autor e outras colhidas nos jardins cósmicos e todas são identificadas.

Outros rabiscos dizem respeito a trabalhos acadêmicos, poesias, contos, historietas, peças teatrais e cada uma a espiritualidade se apresenta num relação íntima com a psicologia, a sexualidade e a arte... Vive L'art!

segunda-feira, 11 de junho de 2018

Dez Filmes Antidepressivos Que Você Precisa Assistir


Eis....

Neste Top10, listei dez ótimos filmes que possuem uma atmosfera alegre e otimista acerca dos conceitos mais básicos da vida humana. São filmes que colocam o espectador para cima, explicitando alguns dos elementos mais aprazíveis encontrados na sétima arte. Foram incluídos filmes dos mais diversos gêneros, evitando concentrar a lista nos gêneros de comédia e biografia, como é habitual em artigos com esta temática. Vamos à lista!

10º – Férias Frustradas (Harold Ramis, 1983)
Na trama, um homem decide empreender uma viagem com sua família através do país para chegar a um popular parque de diversões. No entanto, tudo que pode dar errado na viagem acaba acontecendo, propiciando ao espectador uma série de cenas cômicas. ‘Férias Frustradas’ é um filme que diverte o espectador da primeira à última cena.

9º – Forrest Gump – O Contador de Histórias (Robert Zemeckis, 1994)
Percorrendo diversos fatos históricos importantes americanos do século XX pelos olhos de um estranho rapaz, ‘Forrest Gump – O Contador de Histórias’ encanta o público por sua simplicidade na construção de trama e de seu personagem central.

8º – Meu Pé Esquerdo (Jim Sheridan, 1989)
O filme segue a vida de Christy Brown, um homem que nasceu com paralisia cerebral, ficando restringido somente aos movimentos de seu pé esquerdo. Promovendo sempre uma atmosfera positiva, a trama trabalha com o conceito de perseverança contido no ser humano, fazendo-nos repensar algumas construções em nossas vidas.

7º – Melhor é Impossível (James L. Brooks, 1997)
Um homem de meia-idade, permeado por manias estranhas e um comportamento social reprovável, tem que aprender a lidar com pessoas novas, novos hábitos e a desconstrução de seu modelo de vida anterior. ‘Melhor é Impossível’ conceitua bem o cerne do Transtorno Obsessivo-Compulsivo, explicitando alguns dos elementos que a psicopatologia oferece ao indivíduo.

6º – Entre o Bem e o Mal (Anders Thomas Jensen, 2005)
Na trama, um neonazista é condenado a fazer serviços comunitários, ficando recluso em uma igreja, sob o comando de um padre que acredita fervorosamente na bondade inserida no ser humano. Oriundo do produtivo cinema dinamarquês, ‘Entre o Bem e o Mal’ entrega uma história otimista, sempre trabalhando por elevar uma atmosfera leve e convidativa.

5º – Erin Brockvich – Uma Mulher de Talento (Steven Soderbergh, 2000)
Uma dona de casa desempregada acaba conseguindo emprego em um escritório de um advogado após persistir muito. Lá, a mulher descobrirá novos talentos, vencerá preconceitos e ainda trabalhará pela saúde de uma comunidade inteira. O filme tenta desconstruir alguns preceitos básicos destrutivos inseridos em um contexto social tradicional, entregando uma visão positiva sobre o caráter adaptativo contido em um indivíduo. ‘Erin Brockvich – Uma Mulher de Talento’ é dirigido brilhantemente por Steven Soderbergh e conta com a presença irretocável da atriz Julia Roberts no comando do filme.

4º – Curtindo a Vida Adoidado (John Hughes, 1986)
Um adolescente decide faltar à escola para aproveitar um dia ensolarado com sua namorada e melhor amigo. No decorrer do dia, os três amigos passarão pelas mais diversas aventuras e conflitos. Ícone da década de 1980, ‘Curtindo a Vida Adoidado’ promove um bem-estar em seu espectador de uma forma passiva, sem procurar por isso, elevando uma trama simples, mas que sabe caminhar por vários terrenos do construto social humano.

3º – O Oitavo Dia (Jaco Van Dormael, 1996)
Um homem desiludido com sua vida acaba criando um vínculo com um jovem com síndrome de down que fugira de uma instituição mental. Juntos, os dois aprenderão mais sobre suas vidas, ajudarão um ao outro e vislumbrarão novos caminhos para determinados conflitos. ‘O Oitavo Dia’ deixa o espectador satisfeito a cada resolução de história, sem jamais ficar forçado.

2º – Rocky (John G. Avildsen, 1976)
Na trama, um boxeador acostumado a lutar em bares, tem a grande oportunidade de sua vida quando é convidado para enfrentar o campeão de sua categoria. ‘Rocky’ expõe ao espectador uma trama otimista a respeito da construção de oportunidades que alteram diversas formas de vida.

1º – Amores Expressos (Kar-Wai Wong, 1994)
O filme se separa em dois eixos de histórias, sempre prezando por expor relacionamentos incomuns na movimentada Hong Kong. Teremos solidão e melancolia dominando a atmosfera do filme, sem que, no entanto, isso deixe uma carga pesada ao filme. Muito pelo contrário, tudo aqui é leve, entregando um olhar otimista acerca da constituição humana no mundo.